fbpx
728 x 90
728 x 90

Aprendizagem Baseada em Problemas

Aprendizagem Baseada em Problemas

Vamos conversar sobre os princípios e vantagens da Aprendizagem Baseada em Problemas, uma ótima ferramenta para a educação de adultos.

A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) é uma estratégia de ensino-aprendizagem em que tanto a aquisição de conhecimentos, como o desenvolvimento de habilidades e atitudes são importantes. Um grupo pequeno de alunos se reúne, com a orientação do educador, para analisar e resolver um problema selecionado ou elaborado especialmente para a conquista de certos objetivos de aprendizagem.

Durante o processo de interação dos alunos para entender e resolver o problema se consegue, além da aprendizagem do conhecimento do conteúdo, que possam elaborar um diagnóstico de suas próprias necessidades de aprendizagem. Os alunos irão trabalhar colaborativamente, desenvolver habilidades de análise e síntese de informação, e comprometer-se com o processo de aprendizagem individual e coletivo.

A Aprendizagem Baseada em Problemas se sustenta em 3 princípios básicos:

– O entendimento com respeito a uma situação da realidade surge das interações entre os alunos.

– O conflito cognitivo ao enfrentar cada nova situação estimula a aprendizagem.

– O conhecimento se desenvolve mediante o reconhecimento e aceitação dos processos sociais e da avaliação das diferentes interpretações individuais do mesmo fenômeno.

É importante salientar que o objetivo principal da Aprendizagem Baseada em Problemas não é simplesmente resolver o problema, e sim, que este seja utilizado como base para identificar os temas de aprendizagem para seu estudo de maneira independente ou grupal. Os alunos assumem responsabilidade e confiança no trabalho realizado em grupo, desenvolvendo a habilidade de dar e receber críticas orientadas à melhoria de seu desempenho e do processo de trabalho coletivo.

Os alunos passam a integrar uma metodologia própria para a aquisição de conhecimento e aprendem sobre seu próprio processo de aprendizagem. Os conhecimentos são introduzidos em direta relação com o problema e não de maneira isolada ou fragmentada. O importante é que os alunos possam observar o próprio avanço no desenvolvimento de conhecimentos a e habilidades, tomando consciência de como está sendo sua colaboração para a equipe.

Pensando nas práticas andragógicas, o papel do educador é apresentar a situação de aprendizagem com os conteúdos que serão trabalhados. É importante que o educador motive os alunos, enfatizando a importância da autoaprendizagem e gerando um ambiente adequado para o trabalho em grupo. Pensando nisso, listo algumas atividades do professor ao usar esse método:

– Ajudar os alunos a refletir e identificar necessidades de informação, sempre motivando a equipe a alcançar as metas de aprendizagem propostas.

– É importante saber que o educador não é somente um observador passivo, portanto deve orientar a equipe no processo de aprendizagem, assegurando-se de que os alunos não percam o objetivo esboçado e, além disso, direcione os alunos nas atividades e temas importantes para cumprir com a resolução de problemas.

– Identificar o que cada aluno ou grupo precisa estudar para compreender melhor o problema, e consequentemente o conteúdo proposto. O educador pode realizar perguntas e incentivar a reflexão crítica entre os participantes para que facilite o aprendizado.

Antes de iniciar uma atividade de resolução de problemas, é importante que o educador estimule dentro da cada grupo, o uso de algumas habilidades e compartilhamento de experiências de todos os participantes. Os alunos precisam estar abertos a aprender com os demais e assumir um compromisso para transmitir quaisquer conhecimentos adquiridos anteriormente.

Assim que os alunos se comprometem uns com os outros, formem-se os grupos e o educador expõe o problema que será trabalhado. O importante é deixar claro quais os objetivos da aprendizagem que se pretende cobrir e o educador deve deixar que os próprios alunos identifiquem as necessidades de aprendizagem que têm sobre o problema a resolver.

Caso o educador sinta que algum grupo está com dificuldades, pode pedir para que façam uma lista sobre o que já sabem sobre o assunto/problema e as carências que tem sobre o tema. Isso ajudará o grupo a criar um diagnóstico situacional: perguntas, conceitos que devem manejar, discussões, pesquisas, etc. Permita que os alunos criem seu próprio plano de trabalho, realizem suas pesquisas e elaborem o relatório de resultados.

É importante salientar que as fontes utilizadas e as informações recolhidas devem ser anotadas e posteriormente apresentadas para toda a turma. O objetivo é que os alunos entendam que tinham um problema e trabalharam em equipe para trazer uma solução, sempre focando em pesquisas, conceitos, desenvolvimento de habilidades e autoaprendizagem.

O feedback é fundamental e necessário ao longo de todo processo do trabalho em grupo. Oriente os alunos na evolução do trabalho, analise a evolução do grupo e de cada integrante, assim como perceba a forma com que estão se relacionando entre eles. Perceba que o feedback não deve ter um sentido positivo ou negativo, antes deve ter um propósito descritivo, identificando e aproveitando todas as áreas de melhorias possíveis.


 Vantagens da Aprendizagem Baseada em Problemas:

– Provoca a motivação;

– Promove o conhecimento de novas áreas do saber;

– Estimula a criatividade;

– Impulsiona o pensamento crítico;

– Fomenta as capacidades de análise e decisão;

– Desenvolve as capacidades e competências de trabalhar em grupo e de gestão de stress.

– Trabalha com habilidades de ordem superior, tais como: análise, julgamento, justificativa, previsão de resultados e argumentação.

Quer conhecer outras técnicas e ferramentas andragógicas? Existem diversas outras como Sala de Aula Invertida, Aprendizagem Profunda, Técnica de Perguntas, Tutoria entre Pares, dentre outros.


Para referenciar o artigo, utilizar:

– Beck, C. (2017). Aprendizagem Baseada em Problemas. Andragogia Brasil. Disponível em: https://andragogiabrasil.com.br/aprendizagem-baseada-em-problemas/

Caio Beck
ADMINISTRATOR
AUTOR

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios.

Cancel reply