SJ Financial II - шаблон joomla Форекс

wrapper

Novidades

Muitas pessoas possuem dúvidas de como aplicar o conceito de Andragogia em um treinamento empresarial. Será possível usar a teoria andragógica para melhorar as práticas de ensino e fazer com que os alunos tenham maior aproveitamento? Vamos entender!

Essa é uma dúvida comum para muitos educadores, principalmente para instrutores e consultores que atuam no ambiente empresarial. O conceito de Andragogia não é exclusivo para o ambiente acadêmico e pode sim, ser aplicado incompany. A maioria dos conceitos da Andragogia já são aplicados pela área de recursos humanos das empresas, “onde a gestão baseada em modelos andragógicos vem substituir o controle burocrático e hierárquico, aumentando o comprometimento, a auto-estima, a responsabilidade e a capacidade de grupos de funcionários resolverem seus problemas no trabalho”.

Em empresas como o HSBC, já se aplica a Andragogia nos treinamentos e no desenvolvimento nos profissionais. Desde simples reuniões até capacitações de níveis gerenciais estão seguindo métodos baseados em conceitos andragógicos. As empresas já perceberam as vantagens em se utilizar as experiências dos seus profissionais para transformar ambientes.

A Vale, uma das maiores minerados do mundo, também utiliza os conceitos andragógicos através do seu departamento Valer (universidade corporativa), voltado para a educação de seus profissionais. Percebe-se a eficiência dessas práticas, ao acompanhar a produtividade e a competitividade da empresa no mercado internacional.

Tive a satisfação de treinar muitos instrutores, analistas e demais profissionais que lidam com desenvolvimento de pessoas na organizações. Em 2016 capacitei mais de 40 instrutores da Intelbras, em Santa Catarina. Em 2017, foram mais 2 turmas de 15 alunos, isso é sinal de que as empresas estão cada vez mais valorizando os conceitos andragógicos, seja para treinamentos de gestão, técnicos ou comerciais. É uma tendência e nos próximos anos cada vez mais teremos instrutores, gestores e profissionais de RH capacitados em Andragogia.

Através de reuniões, apresentações de casos, brainstorms, descrição de experiências e vivências pessoais, as empresas passaram a ter mais facilidade em resolver problemas simples e trazer soluções para os mais complexos, utilizando seus profissionais como solucionadores dos casos. A produtividade só acontece a partir da evolução constante do quadro profissional e para isso, precisam ser treinados e motivados por uma gestão eficaz.

Partindo de uma perspectiva andragógica, do “aprenda fazendo”, todo treinamento empresarial é baseado nas experiências e referências de cada aluno, sendo que em uma única turma podemos ter diversos níveis de participantes. É possível que você se defronte com uma turma onde participarão gerentes, supervisores, encarregados e auxiliares. Nesse caso, se você utilizar uma didática "engessada" e usar uma linguagem específica, pode ser que uma parte da turma não compreenda o conteúdo e não aproveite o conhecimento transmitido na sala de aula.

Um dos objetivos da andragogia na sala de aula é utilizar as experiências dos alunos e enriquecer o aprendizado, auxiliando na capacitação, no desenvolvimento e no relacionamento entre os participantes. Para isso, muitos educadores aplicam trabalhos em grupo, como jogos de empresas, cases, filmes, leituras dirigidas, treinamento “in the job”, dentre outros.

Seja em uma universidade ou uma sala de treinamento empresarial, os aprendizes são adultos, possuem experiências e podem colaborar muito para o processo de ensino-aprendizagem. O bom educador, independente do ambiente, sabe que com as práticas andragógicos consegue explorar melhor os participantes e envolvê-los através de conteúdos que 'fazem sentido' para suas realidades.

Caio Beck

Especialista em Educação de adultos.

E-mail: caiobeck@andragogiabrasil.com.br

Skype: caio.beck

Curta a nossa página!